Pois é pessoal, mais uma polêmica surgiu pela internet por esses dias, o órgão brasileiro ECAD (responsável pela arrecadação e distribuição dos direitos autorais das músicas aos seus autores no país) decidiu que vai cobrar de blogs e sites que utilizam vídeos do youtube com direitos autorais.

O Google ja faz esse pagamento pela execução dos vídeos, mas segundo eles “o uso destes vídeos por terceiros caracteriza uma nova utilização, cabendo, portanto uma nova autorização/licença e um novo pagamento”. Mas segundo o gigante das buscas “não permite nem endossa o Ecad a cobrar de terceiros por vídeos inseridos no Youtube.”

De acordo com Marcel Leonardi, diretor de políticas públicas e relações Governamentais do Google Brasil “Vemos com surpresa e apreensão o recente movimento do Ecad na cobrança direta a usuários da ferramenta de inserção (embed, que permite aos usuários compartilhar os vídeos em seus sites e blogs sem precisar acessar o próprio Youtube) do Youtube”. E ele ainda disse mais “tomamos um enorme cuidado para assegurar que nossos usuários poderiam inserir vídeos em seus sites sem interferência ou intimidação por parte do Ecad”.

A argumentação deles é que na prática, os sites não hospedam ou retransmitem qualquer conteúdo ao associar um vídeo do Youtube a sua página através do embed. O que realmente é certo, apenas usamos um ‘plugin’ que coloca o vídeo no site, mas ele continua nos servidores do Google.

Leonardi também se diz preocupado com o conceito do Ecad sobre o que seria uma “execução pública na Internet”. “Tratar qualquer disponibilidade ou referência a conteúdos online como uma execução pública é uma interpretação equivocada da Lei Brasileira de Direitos Autorais”, disse.

Sem contar que quem coloca um vídeo no Youtube pode liberar ou não a ferramenta embed, portanto o cara ta ciente que o material pode ser compartilhado.

Achei essa imagem do Não Salvo muito legal para o momento!

Confesso que ultimamente a censura na internet está exagerada, a começar pelo SOPA, PIPA e essas coisas, estamos na era da internet, dificilmente irão vencer com essas atitudes.

Tive uma ajudinha do G1 para escrever o post. (=

http://www.g1.com.br