É pessoal, é isso mesmo, segundo o jornal The Sun, terroristas estão usando jogos FPS (First-Person Shooter) para planejar ataques. O principal é o famoso Call of Duty, mas também está no ‘pacote’ jogos como Medal of Honor e Halo.

Não, eles não vão acabar com a civilização ou coisa do tipo, estão usando os jogos da seguinte forma: estão aproveitando a privacidade que é oferecida durante as partidas online para elaborarem os planos sem serem observados, pois para acessar as salas privadas dos games é necessário uma senha, que somente outro jogador amigo teria. E como o jogo é de tiroteio, ataques e guerra, eles poderiam mascarar a conversa e caso algum federal bata na porta deles, poderiam alegar que a conversa faz parte da estratégia do game.


A CIA já está de olho nesses tipos de jogos e já alertaram desses em mãos erradas.

O que não pode acontecer é, colocarem a culpa nos games, como já aconteceu muito aqui no Brasil, tentar usar a desculpa que os jogos influenciam o comportamento das pessoas. Mas que os caras são espertos e não perdem tempo, isso são.