Que a esmagadora maioria dos cinéfilos acha que Scarface (1983, Brian de Palma), é um dos filmes mais fodas já feitos, muita gente sabe, mas já o fato dele ser um remake (Scarface, a Vergonha de uma Nação, 1932, Howard Hawks e Richard Rosson) é novidade pra muitos. Beleza, mas o que entra em questão? Na época que foi filmado, remakes não eram feitos a toneladas, e só eram feitos por diretores que sabiam melhorar o filme antigo, como foi o caso, e Scarface entrou pros anais da história do cinema, enquanto seu original só é lembrado quando o assunto é bons filmes de máfica dos anos 30. E onde eu quero chegar? Bem, eis a notícia que me abalou:

Universal planeja remake de Scarface

Bom, muito podem dizer que como ele já era um remake, ninguém pode julgar isso, mas estamos em tempos distintos, hoje em dia mais da metade dos blockbuster Hollywoodianos são remakes/reboots, muitos até apontam uma “crise de criatividade” por lá, e muitas obras clássicas estão tendo suas releituras, algumas realmente ficam boas, outras só mancham a honra dos originais, e muitas apenas anunciadas já se tornaram polêmicas, como o remake de Robocop, por exemplo, onde apenas por imagens do novo policial, muita gente já está virando a cara.

Mas voltemos ao filme que deu origem ao post: Scarface, considero um dos meus filmes favoritos, e só o coloco atrás de O Poderoso Chefão 1 e 2 (imagina sair uma notícia anunciando um remake de O Poderoso Chefão?), e tenho muito medo de imaginar este lendário personagem nas mãos destes roteiristas de hoje em dia, desse novo padrão. Mesmo que bons nomes estejam envolvidos, há mesmo a necessidade de mexer com os Titãs para fazerem cópias modernas visando lucros astronômicos? Remakes viraram sinônimo de lucro fácil em Hollywood, porque tentar ver se algo novo vai fazer sucesso quando se pode utilizar elementos que já são populares, que os fãs, mesmo avessos, irão sim conferir, nem que seja pra falar mal depois. Muitas vezes esquecemos que tudo aquilo é mais indústria do que arte, e se não fosse assim não teríamos essas tecnologias super desenvolvidas, que nos proporcionam filmes épicos em relação a visual.

O assunto é uma faca de dois gumes, onde sair de cima do muro nem sempre é uma boa opção. Como todo bom assunto polêmico, sempre uma boa discussão é bem vinda, utilizem os comentários abaixo pra deixar suas opiniões, fãs de Scarface, ou quem ainda nem o conhece, o que acham da notícia?

Sobre o remake: as informações são meio vagas, mas sabemos que David Ayer (Dia de Treinamento) havia sido contratado para escrever o roteiro, agora parece que a Universal fechou com Paul Attanasio (Quiz Show – A Verdade dos Bastidores) para reescrevê-lo. Os produtores são Martin Bregma e Marc Shmuger (que também produziram o filme de De Palma).