Aconteceu em São Paulo, entre os dias 11 a 14 de outubro de 2012 o maior evento de games da América Latina, o Brasil Game Show, e eu estou fazendo este post para falar mais um pouco deste evento que eu, particularmente, gostei muito. Se você ainda não viu, dê uma olhada também no post da Gisele Andrade que também esteve no evento.

O evento teve muitas atrações interessantes e era um verdadeiro paraíso para os fãs de games. Em todos os stands haviam várias novidades e o melhor de tudo era o fato dos jogadores poderem testar essas novidades.

O evento

Cheguei lá por volta das 8 horas da manhã e a fila já estava enorme. Apesar de muitos terem apresentado isso como um ponto negativo, eu já esperava algo do tipo, visando o porte do evento e o fato dos ingressos já estarem esgotados. Do lado de fora haviam cambistas vendendo ingressos á preços absurdos e muitos após viajar horas para chegar em São Paulo, acabavam comprando assim mesmo. A equipe do Brasil Game Show já se pronunciou sobre o assunto e disse que no ano que vem, para evitar este tipo de problema, as vendas serão feitas exclusivamente pela internet. Isto pode acabar desagradando muitas pessoas, mas de fato vai reduzir bastante este problema.

Sobre o evento em si, esta foi a primeira edição que participei. O número de produtoras lá, para um evento brasileiro, estava ótimo. Havia áreas das três grandes empresas que estão dominando o mercado de games: Sony, Microsoft e Nintendo.

O grande destaque da Nintendo foi o Wii U, que estava em um espaço todo fechado e com uma fila enorme, impedindo que alguém fosse lá só observar os jogos mesmo. Entretanto, é compreensível, pois muitos estavam ansiosos para testar o novo console. No geral, tinha vários consoles da Nintendo como o DS e o 3DS para jogar sem a necessidade de enfrentar filas gigantescas e uns cosplays de Mário, Luigi e Donkey Kong apareciam por lá de vez em quando.

A Microsoft não tinha tantas atrações, mas seus grandes destaques foram o Halo 4 e o Forza Horizon que veio acompanhado de um carrão que chamou uma super atenção de quem passava por lá. Sinceramente, esperava mais da Microsoft.

A Sony também estava bem representada por lá. Uma estátua gigante do Kratos anunciava o tão esperado God Of War: Ascension e era possível também conhecer outros lançamentos como  Playstation All Stars Battle Royale e um jogo que utiliza o PSMove chamado  Wonder Book: Book Of Spells, que coloca o jogador na pele de um aprendiz de bruxo.

Conheci lá também um novo MMORPG que está chegando no Brasil chamado Order of Magic que, apesar de ter investido pesado na sua divulgação, não me convenceu muito. O jogo pareceu não apresentar nenhum diferencial e ser bem mais limitado.

Para os fãs de jogos antigos, a Globo montou uma área super legal com uma exposição de games antigos. Tinha vários consoles super legais e até raros por lá. Nesta área também tinha uma linha do tempo mostrando games e consoles de várias gerações e era possível jogar uma partida de Pong em um Atari mesmo, assim como nos velhos tempos. Esta exposição de games antigos foi um tanto bacana, porque agradou tanto os jogadores mais antigos quanto os mais novos que passavam por lá.

Preciso dizer que o evento estava cheio de stands épicos. A Capcom realizou a etapa da América Latina do torneio especial de 25 anos de Street Fighter no evento, atraindo um bom público. As pessoas estavam super animadas assistindo as lutas. E animação foi o que não faltou também no lançamento de Just Dance 4 que colocou todo o mundo pra dançar por lá. A Riot Games também teve um super destaque com a final do campeonato brasileiro do jogo League of Legends. Atividade por lá era o que não faltava.

Durante todos os dias em que o evento esteve aberto para o público também aconteceram campeonatos de PES 2013 que ofereciam como prêmio nada mais e nada menos do que um PS3. Além do campeonato, quem visitasse o stand da Konami poderia encontrar com o narrador Silvio Luiz, o ex-jogador Denilson, o comentarista Mauro Beting e o apresentador do programa Estádio 97, Mano que estavam lá para dar autógrafos e conversar com os fãs. Além disso, Mauro Beting e Silvio Luiz também fizeram a locução do jogo ao vivo lá no evento.

Além disso, o evento também contou com a presença de várias personalidades conhecidas na internet como alguns Youtubers, Katsuhiro Harada produtor da série Tekken, Philippe Ducharme um dos produtores do famoso Assassin’s Creed 3 eMark Stanley Diretor geral de PlayStation da América Latina.

Compras, compras, compras…

Além de jogar, os visitantes também tinham á sua disposição uma série de stands para comprar coisas dos seus jogos preferidos. Havia stands vendendo camisas, pelúcias, acessórios, games e até itens de informática. E o mais interessante é que o preço não estava tão salgado como eu imaginei que fosse estar.

Quando chegou a parte da tarde, os stands estavam super lotados, estava difícil ver alguma coisa. Tudo o que eu comprei por lá foi um livro ( Gone, de Michael Grant) e uma camisa do Skyrim. Uma coisa que senti falta (se tinha eu não vi), foram action figures.

Quanto a games, havia bastante opções. O stand da Sony estava com umas promoções interessantes. Um amigo meu comprou um pacote com Shadow of the Colossus HD, ICO e Uncharted para PS3 com preço promocional e ainda ganhou uma camisa de brinde. A Saraiva também tinha uma boa quantidade de jogos e á preços ótimos! Não consegui ver muita coisa no stand da Saraiva, mas parece que tinha uma grande variedade de séries também.

Praça de Alimentação

Digamos que esta foi uma das partes que achei mais fracas. Tinha uma quantidade boa de opções, mas além de super cara, a qualidade parecia não estar das melhores. Além de apresentar poucas opções boas para quem não queria comer fast-food. Acabei optando por uma pizza do Mister Pizza e confesso que a qualidade estava bem abaixo do que eu conheço deles. Mesmo produzindo em grande quantidade e de forma rápida, acredito que ainda dava pra fazer algo melhor.

A limpeza eu achei boa, pelo que eu percebi não havia papel jogado por todo o lado e nem muitas mesas com pratos e coisas do tipo largados em cima. Caso tivesse, não muito longe haveria uma lixeira.

Conclusão

O Brasil Game Show foi um evento excelente, são altas as chances de eu querer voltar lá ano que vem. É certo que algumas coisas precisam ser melhoradas, mas isso é normal em todo evento de grande porte, e o legal é que eles parecem se importar com a opinião do público. Eu mesma recebi essa semana um questionário da organização perguntando sobre o que eu achei do evento.

Em entrevista á UOL, o organizador do evento, Marcelo Tavares, já anunciou que o evento será ampliado para o dobro do tamanho em 2013, melhorando toda a parte de acesso ao evento, filas, estacionamento. Em 2013 o Brasil Game Show vai acontecer entre 24 e 28 de outubro, no mesmo local, Expo Center Norte.

A presença de uma enorme quantidade de pessoas provou que o Brasil tem um bom público gamer sim, e que a tendência é este evento só crescer cada vez mais. Com certeza isso irá chamar a atenção de grandes produtoras e ano que vem nós teremos muito mais conteúdo, mais stands e mais games.