Rolou nessa sexta  (para ser mais exata, na madrugada de sexta pra sábado) o Video Game Awards, uma espécie de Oscar dos games. Confira todas as premiações.

Entre as categorias concorrentes, melhor personagem, melhor jogo para PS3, melhor jogo de ação e aventura, melhor multiplayer, melhores gráficos e, é claro, o Jogo do ano.

Segue abaixo uma listinha dos games vencedores!

Melhor Shooter:
Borderlands 2

 

Melhor Jogo de Ação:
Dishonored

 

Melhores Gráficos:
Halo 4

Melhor Jogo Para PC:
XCOM: Enemy Unknown

Melhor RPG:
Mass Effect 3

Melhor jogo de esporte individual:
SSX

Melhor jogo de luta:
Persona 4: Arena

Melhor Persongem:
Claptrap

Melhor Música:
Cities, por Beck – Sound Shape

Melhor jogo independente:
Journey

Melhor Estúdio:
Telltale Games:

Melhor jogo do Xbox 360:
Halo 4

Melhor jogo do Wii/Wii U
New Super Mario Bros. U

Melhor jogo de Corrida:
Need for Speed Most Wanted

Melhor Banda Sonora Original:
Journey

Melhor Jogo Para Portátil:
Sound Shapes

Melhor Multiplayer:
Borderlands 2

Melhor adaptação para os games:
The Walking Dead

Melhor DLC:
Dawnguard – The Elder Scrolls V: Skyrim

Melhor jogo por download:
The Walking Dead

 Melhor interpretação real masculina:
Dameon Clark como Handsome Jack – Borderlands 2

Melhor interpretação real feminina:
Melissa Hutchison como Clementine – The Walking Dead

Melhor jogo social:
You Don’t Know Jack

Melhor jogo da década:
Half-Life 2

Jogo mais arguardado para 2013:
GTA V

 Jogo do Ano:
The Walking Dead

 

Quanto ao Game of The Year… bem, será a minha opinião, mas devido à certas revoltas no Wiki da VGA,  no Facebook, Twitter e diversos outros meios. Não fui a única a discordar.

Além do vencedor, estavam concorrendo ao prêmio: Assassin’s Creed 3, Dishonored, Journey e Mass Effect 3.  Nem mesmo Halo 4, que é a preferência das premiações estava na lista. Como Walking Dead estava lá??

Vamos analisar os quesitos: Por gráfico… Assassin’s Creed III tinha vantagem. Inovação? Dishonored utilizou meios já conhecidos e nos deu uma experiência diferente ao mesmo tempo. Sistema de escolhas? Mass Effect 3, (mesmo jogando no lixo nossas escolhas anteriores) possui um sistema exemplar, e ainda assim não é o único a utilizar essas opções.  Point-And-Click? Diablo é um bom exemplo (com ação), e jogos de browser utilizam isso. Tudo bem, Walking Dead pode ter seus atrativos e méritos…um avanço para pequenos jogos serem reconhecidos, mas… GOTY??

Sinceramente, fiquei indignada com esta premiação. Um jogo com um público alvo específico, onde aparentemente, sua única vantagem, é a popularidade devido a série, e a onda de conteúdos com apocalipses zumbis. A história não é a mesma do jogo? Beleza, mas leva o mesmo nome, e houve divulgações pedindo se votar no jogo para Game of The Year. Tanto que por este motivo,quem assiste o seriado votou. Então sim: The walking Dead, somente ganhou por conta dos fãs da série.

Ah e sobre o Wiki, logo após a divulgação do resultado, várias alterações feitas no artigo:

 

 

E foi isso minhas pessoas. Creio que muitos irão discordar, outros vão compartilhar minha revolta, mas isso não vai mudar o fato de que para mim, não houve Game of the Year este ano.

  • Não concordo com você, pra min o game que mais se destacou entre os indicados foi The Walking Dead, e mereceu ter ganho sim o GOTY, já que ele consegue envolver o jogador, coisa assim eu só conseguia lendo livros, além disso game é muito emocionante.
    Quanto ao Halo 4 não estar na lista, se não me engano, isso aconteceu pelo fato de que um dos jurados foi “comprado”. Logo para não terem problemas futuros, eles resolveram não incluir o game na lista.

  • Não fiquei sabendo sobre o Halo, mas estranhei ele não estar na lista por, digamos, ser um “queridinho”.

    Quanto ao Walking Dead, bem, vai de opinião. Eu realmente pesquisei sobre ele, tentei gostar, mas não me prendeu, não me cativou. Provavelmente ele é um jogo que Ou você Ama, Ou Você Odeia. E jogar dessa maneira, bem, prefiro ler um livro mesmo :].

    Por mim entre os indicados, Dishonored merecia.

  • Pingback: Links Parceiros()