piew

Um dos maiores e mais famosos Youtuber, PewDiePie, estava cansado dos comentários agressivos e negativos dos seus vídeos, então resolveu desabilitar todos os comentários de uma vez por todas. Depois dessa mudança bastante radical, o Youtuber comentou que sua vida mudou bastante, pra melhor.

“Antes de desligar os comentários, eu sentia que as coisas estavam indo para o brejo”, disse Felix ‘PewDiePie‘ Kjellberg em um vídeo que foi publicado nesta semana. “Ao fazer essa mudança, acho que voltamos a crescer. Isso me deixou muito feliz e me fez realmente gostar do que faço”

Quando PewDiePie desativou os comentários no Youtube, gerou bastante polêmica, e debates interessantes, a pergunta que ficou no ar foi: “Deixar habilitado ou desabilitado os comentários no Youtube?” Se você tem um canal no Youtube, e ainda é pequeno, você deve ter respondido que deixaria habilitado, certo? Mas com PewDiePie é diferente, a quantidade de comentários que ele recebe por dia é impossível uma equipe especial só pra isso responder, agora imagine para apenas uma pessoa?  Que é o PewDiePie!

A quantidade de comentários que esse cara recebe por dia é absurdo, e a maioria como ele citou, são comentários negativos e agressivos, quem é Youtube sabe como é difícil lidar com haters e essas pessoas que só aparecem no teu canal para te criticar de forma negativa, confessamos, (eles são cansativos na maioria das vezes), e sempre estão lá para te derrubarem de qualquer forma e te fazer desanimar o seu próprio trabalho, que no caso do PewDiePie, é um trabalho que todo mundo gostaria de ter (Pelo menos a maioria que curte gamers ou pessoas que assistem aos seus vídeos.)

Ainda bem que nunca precisamos chegar a esse ponto de desabilitar os comentários aqui no TEC-CIA. Mas se um dia isso acontecesse com a gente, eu particularmente não desabilitaria os comentários, por mais que eles sejam chatos e cansativos na maioria das vezes, são eles que geram polêmicas e muita discussão (muitas vezes negativa, eu sei), mas na maioria das vezes positivas, que geram debates legais.

(Via: Kotaku)