amd-e-nvidia-direct-x-12_chamada

Novidades para os ”PC Master Racer”, uma das maiores promessas do DirectX 12 é real, uma API que permite a combinação de placas de vídeo da AMD e Nvidia. No site da AmandTech, no jogo “Ashes of Singularity, que é o único jogo compatível que consegue por enquanto rodar com o DX12 utilizando GPUs da AMD e Nvidia. As placas testadas foram a Radeon R9 Fury X e a GeForce GTX 980 Ti, e os resultados foram bastantes positivos em alguns casos.

De acordo com alguns testes, a renderização alternada de quadros funciona e deu um aumento de desempenho de mais de 50% dependendo a combinação. Os testes também mostraram que a escolha da placa principal impacta na performance: a configuração onde a Fury X é a primaria e a GTX 980 Ti é a placa secundária é um pouco mais rápida que a combinação inversa nessa combinação.

Confira:

O AnandTech também confirmou que poderá usar modelos diferentes de placa de vídeos da mesma fabricante, exemplo pegar uma GTX 980Ti e uma GTX Titan X, funcionaria normalmente e elevaria os desempenho da GPUs.

Também foi revelado que, apesar do ganho de desempenho na junção de placas AMD com Nvidia, as tecnologias de combinação de cada empresa (SLI e Crossfire) ainda entregam um resultado melhor.

Confira abaixo os resultados das combinações entre a R9 Fury X e a GTX 980 Ti no jogo “Ashes of Singularity”:

 

amd-e-nvidia-direct-x-12_1

amd-e-nvidia-direct-x-12_2

 

Neste artigo da AnandTech (em inglês), que fala como funciona a tecnologia Multi-GPU, além de testes com outros modelos de placa de vídeo. Vale lembrar também que o DirectX 12 promete resolver o problema da soma de memórias de placas de vídeo combinadas sendo que até hoje se rodarmos um Crossfire ou SLI, independente da quantidade de placas, o sistema vai entender que está disponível apenas a quantidade de memória da primeira placa, nunca somando a quantidade de todas como seria o ideal.

(Via: Adrenaline)