Para a tristeza de muitos campuseiros, o sonho de mais uma edição da Campus Party, prevista para 2016, está distante de ser realizado. Os rumores da não realização do evento se iniciaram na terça (5), quando o idealizador da feira, o espanhol Paco Ragageles, publicou uma mensagem no Twitter com um emoticon triste falando sobre a CPRecife.

paco cp recife

Entretanto, as dificuldades para a realização de mais uma edição da feira que envolve tecnologia e empreendedorismo vão além de postagens na rede social e envolvem, também, o cancelamento de patrocínios e a falta de garantia da Prefeitura do Recife e do Governo de Pernambuco para o aporte do evento na capital pernambucana.

Segundo o fundador da Campus Party, Paco Ragageles, o Governo informou que não tem mais orçamento para este ano. “Estamos tentando fechar um compromisso para o ano que vem, mas eles não dão mais resposta”, respondeu. Além da falta de apoio na esfera pública, a 5ª edição da feira também não terá auxílio financeiro de uma das principais patrocinadoras, a Telefônica Vivo. Procurada pela reportagem, a empresa não passou mais detalhes sobre o fim da parceria com a feira.

Na quarta-feira (6), o deputado estadual Edilson Silva (PSOL) anunciou o apoio de R$ 400 mil em emendas parlamentares para auxiliar o poder público no custeio da feira. Segundo ele, essa é uma forma de pressionar positivamente o investimento das esferas municipal e estadual no evento. “A Campus Party tem um custo de R$ 2,5 milhões. Juntos, a PCR e o Governo somam R$ 1,5 milhão em possíveis investimentos. O valor que eu coloquei à disposição através das minhas emendas é quase um terço dessa quantia a ser disponibilizada pelo poder público”, comenta o deputado.

Por meio de nota, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado informou que o Governo ainda não tem uma posição definida em relação à realização da Campus Party em Pernambuco. Apesar disso, a pasta deve se reunir em breve com os organizadores do evento para informar qual o patrocínio que pode ser oferecido. Na esfera municipal, a Secretaria de Desenvolvimento e Empreendedorismo da PCR foi procurada pelo G1, mas não respondeu aos questionamentos.

A Campus Party
Realizada desde 2012 em Recife, a feirareúne tecnologia, empreendedorismo, entretenimento e inovação.Com palestras e workshops no cronograma, a última edição do evento na capital pernambucana reuniu 4 mil campuseiros presentes em mais de 400 horas de conteúdo.

(Fonte: G1)