Hoje, quarta-feira (30), os Correios decidiram acabar com o e-Sedex, serviço de frete com entrega rápida para todo território brasileiro. A medida entrará em vigor a partir do dia 1º de janeiro de 2017.

Lojas online brasileiras devem sentir o impacto ano que vem e nos custos de entrega das mercadorias que é uma das mais optadas para quem compra online.

correios-marca-700x393

A estatal informou que não haverá renegociação ou formalização de contratos com o serviço e-Sedex, independentemente do estágio de negociação, e todos os processos que atualmente estão em análise serão devolvidos. Os contratos comerciais que contêm e-Sedex devem ser ajustados com a exclusão do serviço até o dia 31 de dezembro de 2016.

Vale lembrar também que até 1º de janeiro de 2017 não serão mais aceitas postagens de encomendas por meio desse serviço, mesmo as que tiverem incluídas anteriormente em Pré-Lista de Postagem (PLP).
Segundo os Correios, todos os clientes que tenham no contrato o serviço e-Sedex serão comunicados via carta até 30 de novembro.

(Via: Mandae)