Algo estranho vem acontecido com o Youtube esses dias, o site vem recebendo e promovendo vários vídeos de pornografia coreana para mais pessoas verem.

Usuários notaram que um vídeo pornográfico da Coreia do Sul com o texto +18 aparece na imagem em miniatura, e o mais interessante é que estes vídeos estão na seção “Em Alta”

sso também aconteceu comigo. Entre vídeos sobre a tragédia da Chapecoense, está lá o pornô não-solicitado, acumulando mais de seis milhões de visualizações:

youtube-porn

A seção Em Alta estreou no YouTube em dezembro de 2015. Na época, o Google explicou ao VentureBeat que essa lista não é personalizada com base no tipo de vídeos que você gosta de assistir – ou seja, você não precisa ver pornografia para isso ser uma recomendação.

Além disso, ela não depende apenas de um algoritmo: “há um pouco de curadoria humana”, que aparentemente não viu que um vídeo para adultos está nessa seção. O serviço prometia “limitar o conteúdo, excluindo vídeos não adequados para menores de 17 anos” – o que não aconteceu aqui.

E como vocês podem notar, a lista varia de país para país, mas usuários fora do Brasil também notaram essa recomendação estranha, confira:

(Via: Gizmodo Brasil)