A Câmara dos Deputados dos Estados Unidos aprovou por unanimidade nesta quarta-feira (6) uma proposta abrangente para acelerar o lançamento de carros de direção autônoma sem controle humano e barrar estados de proibirem este tipo de veículo.

O projeto de lei, que agora segue para o Senado, permite que as montadoras obtenham isenções para lançar no primeiro ano até 25 mil veículos sem atender aos padrões de segurança automotiva em vigor, um limite que seria elevado para 100 mil veículos por ano ao longo de três anos.

As fabricantes de automóveis e as empresas de tecnologia, incluindo a General Motors e a Waymo, unidade de veículos autônomos da Alphabet, estão pressionando por novas regras federais que facilitem o lançamento da tecnologia de direção autônoma.

Enquanto isso, alguns grupos de consumidores buscam salvaguardas adicionais.

Um grupo bipartidário de senadores dos EUA vem trabalhando em legislação similar e pode apresentar um rascunho de proposta nesta semana. Um obstáculo será a inclusão na legislação de caminhões comerciais autônomos. A medida da Câmara não inclui caminhões grandes.

A Volkswagen e muitas outras montadoras têm pressionado o Congresso a agir, muitas vezes trazendo veículos de teste para Capitol Hill para dar aos legisladores a chance de testar um carro sem motorista.

As regras federais atuais barram o uso de carros autônomos sem controle humano nas vias dos EUA e as montadoras avaliam que as regras estaduais propostas na Califórnia são muito restritivas.

(G1)