A Disney oficializou esta quinta feira (14) a compra da Fox em um acordo de aproximadamente US$ 52 bilhões. A aquisição inclui o estúdio cinematográfico 20th Century Fox e a produtora televisiva 20th Century Fox Television, além de canais de TV por assinatura como FX e National Geographic. 
Agora, a Disney – que também possui a LucasFilms – passa a deter os direitos cinematográficos das franquias Deadpool, Os vingadores, Quarteto fantástico e X-men, da Marvel, antes pertencentes a Fox.

Em um comunicado enviado à imprensa internacional, a empresa destacou que, com os novos personagens, pretende “criar um mundo mais rico e complexo e de personagens e histórias inter-relacionados”.

A aquisição também representa um avanço nas intenções da Disney de criar um serviço de streaming próprio, para competir com plataformas como Netflix e Amazon Prime Video, pois a diversidade dos títulos da Fox possibilitarão um catálogo mais amplo.

Bob Iger, CEO da Disney, estendeu o contrato por mais dois anos – até o final de 2021 – para supervisionar a transição de ações. Outros segmentos da Fox, como Fox Broadcasting Co., Fox Sports, Fox News e Fox Television Stations, serão agregados em uma outra companhia com valor avaliado em US$ 10 bilhões.

(Via)