A fabricante Xiaomi anunciou uma medida que promete agradar mais os fãs da marca, que irá ser devolver uma parte do dinheiro cobrado caso ela ganhe muito dinheiro.

A empresa deu a notícia essa semana, e segundo presidente Lei Jun, a empresa se compromete a fixar o lucro das vendas de hardware em até 5%, revertendo ganhos além desse patamar de volta aos usuários.

Hoje, nosso CEO Lei Jun fez uma promessa a todos os nossos fãs … # A Xiaomi limitará para sempre a margem de lucro líquido após impostos para todas as nossas vendas de hardware (incluindo smartphones, IoT e produtos de estilo de vida) até um máximo de 5%.

Segundo o site TechCrunch, essa margem de lucro de 5% não é uma novidade, já que empresas que comercializam celulares costumam lucrar pouco na venda de hardware.

A Apple domina o faturamento mundial de smartphones, com 87% dos ganhos mesmo respondendo por apenas 18% de presença do iPhone no mercado, os outros 13% de rendimento são distribuídos entre as demais empresas que atuam no setor, que tem destaque para a Samsung.

Essa distribuição desigual de faturamento e é ainda mais acentuada em fabricantes como a Xiaomi, que tem propósito de oferecer alto valor por menor preço. A tendência é que dificilmente a companhia ultrapasse a meta de lucratividade de 5%. O percentual estipulado refere-se aos lucros descontados de impostos.

(Via: Techtudo)